Semana 2 – Oremos por Proteção Sobrenatural e Libertação

Uncategorized Sep 08, 2019

ISSO É MUITO IMPORTANTE! VOCÊ DEVE LER

 

  1. Jejue (não consuma comida) no horário do almoço e utilize o tempo para fazer estas orações e meditar nos ensinos.
  2. Os estudantes do Instituto Clamor podem combinar estas orações com as orações de renúncia, que se encontram na semana 3 da apostila de Governo.

Esta semana, além de seu tempo pessoal de oração, vamos orar juntos - ao meio dia (12:00h).

Segundo o relógio bíblico, meio dia é a hora sexta e profeticamente, vamos usá-la para levantar um clamor diário pela nação da Venezuela e Brasil. Você pode ir lendo as declarações proféticas diárias, no decorrer da semana.

Não tem porque ser uma oração extensa, mas sim intencional e precisa. Imagine o exército de intercessores que estará se levantando e a companhia de profetas no mesmo propósito, que você vai ter- dia após dia.

Tenha especialmente a nação da Venezuela e Brasil em suas orações desta semana.

Pronto para iniciar o jejum, na semana2? Já configurou seu alarme para se lembrar de orar, exatamente ao meio dia?


Dia 1. O que representa a hora sexta?                            

É um tempo de orientação divina, proteção sobrenatural e libertação do mal. Esta é a guardiã que apresenta nas Escrituras como meio dia, sexta hora ou plenitude do Dia (Sal. 55:17, Prov. 4:18, Isaías 58:10, Jó 11:15, Sal. 37:3, Jer. 20:16).

Tanto o meio dia como a meia noite são muito importantes.

Momento de entrar no Lugar Secreto do Altíssimo (Salmos 91:1)

Este é o momento de desfrutar o descanso que encontramos debaixo de Sua Sombra. Leia Atos 10:9 e Salmos 91:5,6,14.

É o momento de orar para morar no Lugar Secreto do Altíssimo, permanecer sob a sombra do Todo Poderoso, fazer do Altíssimo sua morada. Também é o momento de exercitar a autoridade e o domínio dados aos cristãos.

O meio dia é a plenitude do dia e é o começo da hora sexta. Este é o momento em que o sol está em seu máximo esplendor. Ore para que o sol não te faça mal de dia, nem a lua de noite (Salmos 121:6). Ore para que a sua vida brilhe o resplendor de Cristo. Declare que Cristo é o sol da Justiça do seu lar, da sua cidade, do Brasil e da Venezuela.

Este é o momento de orar para não ser levado por nenhuma tentação, trapaça ou tropeço do inimigo. Declare que sua família, sua vida e os governantes das nações (esta semana oramos pelo Brasil e Venezuela) são livres do tentador.

 

  • Ore contra a destruição que assola ao meio dia. (Salmos 91:6)
  • Ore e cancele todas as flechas satânicas que são lançadas nesse momento, contra a Venezuela.
  • Confesse que neste tempo a justiça virá a ti e o Senhor dará um sinal. (Isaías 7:14).
  • Este é um tempo do Lugar Secreto do Altíssimo. No Salmo 91, diz que NÃO TEMEREI a destruição que assola ao meio dia, nem as flechas que voam à noite. Nesse momento, declaramos que a destruição não chegará a você, nem à sua família, nem ao Corpo de Cristo, no nome de Jesus.
  • Ore por proteção sobrenatural para o Ministério Clamor pelas Nações e pelos alunos do Instituto e a escola Clamor; que eles possam crescer em conhecimento e sabedoria, e que Deus revele os mistérios aos famintos.
  • Ore pelos presos políticos da Venezuela e pelo sistema judicial dessa nação.
  • ORE CONTRA A DESTRUIÇAO da floresta amazônica e pela criação de Deus, que ali habita! Peça misericórdia por toda forma de indiferença e pela má mordomia dos responsáveis.

Dia 2. Derruba-se todo muro de separação

Foi na hora sexta, ao meio dia, que Pedro orou sobre o teto da casa de Simão o curtidor, hora do almoço (Atos 10:6). No dia seguinte, enquanto eles iam pelo caminho e se aproximavam da cidade, Pedro subiu no terraço para orar, perto da hora sexta (Atos 10:9). Foi durante esse tempo, que Deus revelou a Pedro a visão surpreendente que quebraria os paradigmas dos primeiros cristãos judeus, em relação à salvação em Cristo e às promessas do pacto.

Conforme a herança religiosa, eles criam que as boas novas de Jesus Cristo eram de propriedade exclusiva do povo judeu (Efésios 2:12). Por isso, de modo rígido obedeciam a uma lista de práticas religiosas e sociais, que existia para garantir que os gentios e os judeus não se misturassem. Esta lista servia como uma parede divisória, assim como a parede no templo, que declarava: “Nenhum estrangeiro pode ultrapassar a barreira que rodeia e separa o templo. Qualquer que seja encontrado fazendo isso terá que agradecer por sua morte subseqüente.” Como gentio, não judeu, esse sinal era para você e para mim, também. Mas a visão que Deus deu a Pedro destruiu todos os pressupostos anteriores, dando lugar aos gentios, que foram inclusos nas abundantes promessas do Evangelho de Cristo.

  • Ore para que a essa hora seja destruída toda religiosidade, todo muro que divide o Corpo de Cristo em sua cidade, no Brasil e na Venezuela.
  • Ore e renuncie a todo fermento dos Fariseus e dos Saduceos.
  • Ore para que se levante uma igreja unida.
  • Renuncie e se arrependa por toda aliança com qualquer espírito de divisão, fofoca, inveja e contenda. Peça perdão a Deus, por toda forma de juízo contra algum irmão.

 


Dia 3. Estabelece-se uma cultura de reconciliação

Deus mandou Pedro comer a comida dos gentios, que era imunda para os judeus. As palavras de Deus para Pedro foram: “Não faças tu comum ao que Deus purificou.” (Atos 10:15).

A mensagem estava clara: as boas novas de salvação e as promessas do pacto eram para os gentios, também! Em Jesus Cristo, eles já não eram imundos perante Deus. Nesse mesmo momento, alguns servos de um centurião romano chegaram para levar Pedro à sua casa, a fim de que compartilhasse a boa nova da salvação em Cristo.

Este não foi o primeiro evento que rompeu paradigmas, ao meio dia. Muitos anos antes, Jesus mesmo se sentou em um poço de Samaria, ao meio dia. “E era necessário passar por Samaria. Foi, pois, a uma cidade de Samaria chamada Sicar, junto com a herança que Jacó deu ao seu filho José. E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isso quase à hora sexta.” (João 4:4-6).

A declaração de Jesus de que “era necessário passar por Samaria”, não se referia a uma necessidade geográfica, mas espiritual. Todos os judeus evitavam Samaria, a “província imunda”, e a rodeavam para chegar à Galiléia. E mesmo os samaritanos sendo meio judeus, eles eram considerados imundos - como os gentios. Já não eram considerados judeus, mas gentios, porque seu sangue estava misturado e tinham crenças sincréticas. A determinação de Jesus de passar por Samaria deve ter surpreendido seus discípulos. Jesus não estava satisfeito apenas com o romper das barreiras geográficas. Seu propósito era romper as barreiras sociais e mais importante ainda, as barreiras espirituais.

  • Pergunte ao Espírito Santo quais são as barreiras sociais, geográficas e espirituais que atacam a região onde você vive. Enquanto Ele for te mostrando, peça perdão pela sua cidade, igreja e pelo seu próprio coração. Ore para que o amor do Pai seja revelado nos corações que vivem ali.
  • Pergunte ao Espírito Santo quem são aqueles que a igreja tem excluído e marginalizado em sua região e peça que Ele te use como ministro de reconciliação.
  • Ore pelo povo Venezuelano que está em exílio, para que as nações tenham misericórdia desse povo imigrante.
  • Quem você está rejeitando por ser diferente? Peça a Deus que renove seu amor pelo próximo.

Dia 4. Quando nossos apetites físicos começam a nos chamar, também o céu nos chama.

Na hora sexta, à hora do almoço, Jesus se sentou junto a um poço para falar com uma samaritana “impura.” Jesus não estava apenas passando por Samaria, um território considerado impuro... Para derramar mais vinagre sobre a ferida, Ele escolheu uma mulher e mais, uma mulher moralmente criticada.

Nunca se havia falado sobre um judeu que tivesse feito algo similar, muito menos sobre um rabino. Depois de identificar a necessidade de arrependimento e cura emocional que ela tinha, Ele lhe ofereceu o dom da salvação e do Espírito Santo. Mas por favor, não esqueçamos que todas estas atividades de romper paradigmas estão acorrendo na hora sexta, à hora do almoço, quando todos os discípulos tinham algo em mente: comida!

Não acontece o mesmo conosco, quando muitas vezes os apetites humanos tomam prioridade sobre os apetites espirituais? Eles tinham fome. Jesus estava fisicamente faminto, cansado e débil, como eles (João 4:6,8). Entretanto, seu interesse não era o almoço. Quando os discípulos voltaram pragmáticos e com incredulidade, porque descobriram que Ele estava compartilhando a boa notícia do Reino com uma mulher samaritana, lhe disseram: “Rabi, come.” (João 4:31).

A resposta de Jesus, no entanto, assinalou um apetite celestial e o almoço celestial que estava desfrutando amplamente. “Porém ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então, os discípulos diziam uns aos outros: trouxe-lhe, porventura, alguém de comer? Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa”. (João 4:32-35).

O momento em que ocorreu este evento e o momento em que ocorreu a oração de Pedro no telhado não foram mera coincidência. Existe uma lição espiritual critica para nossa oração e obediência resultante, enquanto pensamos na hora do almoço. Quando nossos apetites físicos começam a chamar, também o céu nos chama.

  • Ore para que nessa mesma hora, você tenha mais fome de fazer a vontade do Pai do que satisfazer seus próprios apetites e desejos. Peça a Deus que hoje mesmo, você seja ativado e enviado à sua comunidade - com as boas novas de salvação. Seja um missionário, um enviado, em sua localidade.
  • Ore pelo ministério que as mulheres portam em sua família, comunidade e igreja. Declare que suas feridas são saradas e os estigmas sociais eliminados; que elas ganhem graça e favor diante de Deus e dos homens. Declare que elas são portadoras de avivamento. “O Senhor deu a palavra, grande é a falange das mensageiras das boas-novas.” (Salmos 68:11)
  • Peça perdão por todo machismo, feminismo e ideologia de gênero que tenha trazido engano, criado estigmas sociais, e segregação. Gálatas 3:28 (RVR1960) “Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.
  • Ore pela noiva de Cristo, para que seja sarada; que toda idolatria, erro e engano saiam debaixo de sua saia e que ela cresça como uma Noiva resplandecente.

 

Dia 5. Deus te enviará para colher entre aqueles que foram excluídos socialmente.

“E, desde a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra, até à hora nona. E, perto da hora nona, exclamou Jesus em voz, dizendo: Eli, Eli, lemá sabactâni, isto é, Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste?” (Mateus 27:45-46).

Foi no almoço da hora sexta, ao meio dia, que Jesus - o Cordeiro de Deus tirou o pecado do mundo (João 1:29). Deus lançou sobre ele a nossa iniqüidade (Isaías 53:6), a dos judeus e a dos gentios - igualmente. É de maravilhar, que Jesus tenha escolhido o meio dia para desafiar as prioridades e prejuízos de seus discípulos e lhes requerer a colheita, entre aqueles a quem haviam socialmente excluído?

É de surpreender que Deus tenha chamado a Pedro para a oração ao meio dia, e lhe ordenado comesse a comida que abriria as portas para as boas novas de Jesus Cristo, a todas as nações e povos?

  • Ore hoje ao meio dia, para que os teus anelos sejam alinhados com os anseios de Jesus e dos primeiros cristãos.
  • Peça a Deus que seus apetites sejam como os de Pedro e Jesus, intercedendo pelas nações ao meio dia, abrindo lugar em meio às ataduras que são obstáculo para as boas novas de Cristo.

“Jesus disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros”; “E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem e para curarem toda enfermidade e todo mal.” (Mateus 9:37, 10:1)

Jesus pediu a seus discípulos que orassem para que o Senhor da seara enviasse obreiros. E logo, Jesus enviou aos mesmos discípulos aqueles por quem havia pedido que orassem. Um dos grandes benefícios da oração pela colheita das nações é que Jesus também nos dará autoridade para fazer a mesma obra pela qual oramos.

  •  Ore para que este jejum congregacional seja uma ferramenta poderosa, tanto para a guerra nos céus como para a libertação dos oprimidos na terra. Que este jejum seja um meio que Deus use, para identificar e libertar a próxima geração - em seu propósito.
  • Ore pela Conferência Clamor 2020

 


Dias 6 e 7. Jejum de Governo

Como você se sentiu, nessa semana de jejum? Aproveite a tranquilidade do fim de semana para escrever e meditar no que Deus lhe mostrou até este momento.

O terceiro módulo do Instituto Clamor é chamado GOVERNO e através dele você vai compreender que tudo o que temos edificado, tem sido sob a direção do Espírito Santo. E vai entender também, que este jejum é um jejum de governo: o governo do Espírito Santo, em nossas vidas.

  • Hoje, queremos que tenha o seu tempo pessoal de oração com Deus e ao meio dia, deixe que o Espírito Santo dirija os motivos de sua oração.

Também leia as suas apostilas de Governo e de Restauração (Disponível para estudantes do ensino médio), se deseja revisar esses ensinos.

Obrigada por se unir a nós, neste tempo de oração e jejum! Abençoamos sua vida e admiramos a firmeza com que respondeu a este chamado de ordem, arrependimento e rendição, com o qual Deus nos tem convocado. Continue avançando! Nos vemos, na semana 3.

Obs: Para elaboração deste estudo sobre as “Horas Bíblicas”, nós usamos como referência, parte do material contido no livro “O relógio Divino da Oração” - de Blake Penson.

Close

75% Complete

Two Step

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.